Atenção! Você está utilizando o Internet Explorer em uma versão desatualizada, que compromete a navegação no site do NESA. Faça a atualização do seu navegador, ou utilize outro, como o Mozilla Firefox, o Google Chrome, ou o Opera (entre outros).


Residências

Residência de Enfermagem em Saúde do Adolescente

A residência de enfermagem em saúde do adolescente tem como foco o cuidado de enfermagem integral ao indivíduo adolescente inserido no contexto familiar, com enfoque epidemiológico e sociocultural, em unidades de atenção primária, secundária e terciária. Tem como objetivo principal capacitar o residente a desenvolver habilidades e competências que o possibilitem realizar ações do cuidar na enfermagem ao indivíduo adolescente, voltadas à promoção de saúde, prevenção de agravos e assistência hospitalar. É realizada em dois anos e abrange conteúdo teórico-prático específico.

A residência de enfermagem em saúde do adolescente em nível primário é desenvolvida na Policlínica Piquet Carneiro, através de práticas educativas voltadas à promoção de saúde e prevenção de danos, com atividades no pré-natal de adolescentes, além de ações voltadas à saúde do escolar.

No nível secundário, a residência ocorre no Pavilhão Floriano Stoffel, privilegiando práticas em saúde, visando oferecer subsídios que permitam a melhoria da qualidade de vida dos adolescentes, através da redução da morbidade, prevenção de agravos e estímulo à adesão terapêutica.

No terciário, as atividades de cuidado de enfermagem são desenvolvidas na enfermaria Aloísio Amâncio da Silva, localizada no terceiro andar do Hospital Universitário Pedro Ernesto.

Ao final do treinamento profissional o residente deverá ser capaz de:

  • Identificar situações de saúde/doença que requeiram cuidados de enfermagem.
  • Desenvolver a sistematização da assistência de enfermagem adequado às necessidades assistenciais da clientela adolescente e seus familiares.
  • Avaliar o cuidado de enfermagem interpretando as condições e respostas do cliente aos cuidados prestados.
  • Demonstrar habilidade progressiva nos procedimentos realizados.
  • Aplicar os princípios éticos no desempenho de suas atividades.
  • Aplicar os princípios da comunicação terapêutica no cuidado ao cliente e sua família.
  • Integrar-se com a equipe multiprofissional para a resolução dos problemas do cliente/família.
  • Analisar a problemática do cliente e família face à doença, tratamento e hospitalização e implementar medidas que visam diminuir os problemas decorrentes dos mesmos.
  • Prestar cuidado de enfermagem ao cliente e sua família no seu processo de morrer e no pós-morte.
  • Manter atitudes crítico-reflexivas no desenvolvimento de sua atuação.
  • Correlacionar as situações de saúde-doença identificadas à sistematização da assistência.
  • Desenvolver e fundamentar as ações de enfermagem adequadas às necessidades assistenciais da clientela adolescente e seus familiares.
  • Realizar atividades de gestão nas unidades do NESA.

Responsáveis: Anamaria Moreira Pinho
Inez Silva de Almeida 

 

Residência em Medicina de Adolescentes 

A residência em medicina de adolescentes tem como objetivo o aprendizado da medicina clínica e o aprofundamento do conhecimento nas questões inerentes ao adolescente, abordando os aspectos que envolvem a saúde e a doença nessa fase da vida. É privilegiada também a abordagem dos problemas sociais, familiares e psicológicas dos adolescentes. Sua duração é de um ano, tendo como pré-requisito a residência em pediatria. O residente recebe treinamento nos três níveis de atenção: primário, secundário e terciário.

No nível primário, o conteúdo é voltado para a prevenção dos principais agravos à saúde do adolescente. O atendimento ambulatorial, nível secundário, é subdividido em ambulatório geral e de especialidades e é destinado a o treinamento na abordagem dos adolescentes portadores de doenças crônicas. Na enfermaria, nível terciário, o residente é capacitado no atendimento do adolescente criticamente doente, ou que necessite investigação diagnóstica mais complexa, e, ainda, no manejo pré e pós-operatório.

A residência é credenciada pelo MEC. Seu concurso segue as normas criadas para a residência médica da UERJ e o edital é sempre publicado nos jornais de grande circulação. As inscrições são feitas na Coordenadoria de Desenvolvimento Acadêmico - CDA - Hospital Universitário Pedro Ernesto - Faculdade de Ciências Médicas/UERJ. 

Responsável: Maria Cristina C. Kuschnir - médica e professora adjunta