Atenção! Você está utilizando o Internet Explorer em uma versão desatualizada, que compromete a navegação no site do NESA. Faça a atualização do seu navegador, ou utilize outro, como o Mozilla Firefox, o Google Chrome, ou o Opera (entre outros).


Atenção Primária

A criação da Atenção Primária do NESA-UERJ foi motivada pela observação de que a ação curativa não era suficiente para atender às necessidades da população. Para isso, a Atenção Primária do NESA teve sua origem num trabalho pioneiro que ultrapassou os muros da UERJ para desenvolver atividades de ensino, pesquisa e extensão em comunidades, escolas, Centros Municipais de Saúde, Centros Comunitários, Associações de Moradores, etc. O eixo norteador da Atenção Primária é a promoção de saúde e a prevenção de doenças nas populações mais vulneráveis e segue o modelo de atenção hierarquizado e multidisciplinar em consonância com os princípios do SUS.

Uma equipe multidisciplinar integra a Atenção Primária e é composta por docentes da Faculdade de Medicina, médicos, psicólogos, enfermeiras, assistentes sociais, cirurgiões-dentistas, fonoaudiólogas e promotores de saúde. As áreas de atuação incluem a Saúde Oral, Sexualidade, Saúde Escolar, Saúde do Trabalhador e Saúde Coletiva.

A assistência à saúde de adolescentes que procuram o NESA pela primeira vez é feita pela Atenção Primária nas dependências da Policlínica Piquet Carneiro. Os programas e projetos são desenvolvidos tanto na Policlínica como no Pavilhão Floriano Stoffel, ao lado do Hospital Universitário Pedro Ernesto.

As atividades da Atenção Primária buscam envolver os adolescentes e jovens nas questões de saúde de suas comunidades, promovendo seu protagonismo, bem como, a criação de adolescentes multiplicadores em ações de promoção de saúde e prevenção de doenças. Este programa traz ainda, como caráter inovador, o investimento na produção de tecnologias educacionais de ponta, dirigidas à formação de recursos humanos, para prestar atenção integral ao adolescente numa perspectiva multidisciplinar como forma de impactar a qualidade de vida de adolescentes e jovens.



Coordenadora: Margareth Attianezi - fonoaudióloga